adplus-dvertising
:

Qual o significado de fanática?

Índice:

  1. Qual o significado de fanática?
  2. O que é um fanático religioso?
  3. Qual a origem do termo fanatismo?
  4. O que o fanatismo pode causar?
  5. Como acontece o fanatismo religioso?
  6. O que o fanatismo religioso pode causar?
  7. O que leva o fanatismo?
  8. Como explicar o fanatismo?
  9. Qual a causa do fanatismo?
  10. Como o fanatismo prejudica a sociedade?

Qual o significado de fanática?

1. Diz-se da pessoa animada por um zelo excessivo por uma religião ou uma opinião. 2. Que se julga inspirado.

O que é um fanático religioso?

substantivo masculino Sentimento de cuidado excessivo que pode levar a intolerância religiosa: fanatismo religioso. [Por Extensão] Excesso de admiração (cega e veemente) demonstrada por algo ou por alguém (sistema, doutrina, partido político, religião, ídolos etc.).

Qual a origem do termo fanatismo?

Etimologicamente, sim: o termo fanático, que data de 1796 em português, é uma adaptação do adjetivo latino fanaticus, ligado ao substantivo fanum, “lugar sagrado, templo”. Na origem, todo fanático era religioso. No entanto, faz tempo que a expansão semântica da palavra tirou-a do templo para o mundo.

O que o fanatismo pode causar?

agressividade. dificuldade de escuta. expressões de ódio e preconceito. estreiteza mental.

Como acontece o fanatismo religioso?

Fanatismo religioso é uma forma de fanatismo caracterizada pela devoção incondicional, exaltada e completamente isenta de espírito crítico, a uma ideia ou concepção religiosa. Em geral, o fanatismo religioso também se caracteriza pela intolerância em relação às demais crenças religiosas.

O que o fanatismo religioso pode causar?

Isso pode chegar ao delírio pleno a partir de patologias da personalidade. É normal termos convicções, mas quando elas chegam a um determinado ponto de acirramento, de confronto com dados da realidade, o fanatismo pode se tornar um delírio crônico, com a pessoa imaginando que está salvando o mundo”, explica.

O que leva o fanatismo?

É entendido como fanatismo um estado psíquico de devoção cega, rígida e irracional por alguma coisa ou tema. O fanático defende suas causas com tanto fervor que, por vezes, flerta com o delírio, ficando impossibilitado de ouvir argumentos opostos ou entabular diálogo saudável com quem não coadune com a sua premissa.

Como explicar o fanatismo?

Fanatismo (do francês "fanatisme") é o estado psicológico de fervor excessivo, irracional e persistente por qualquer coisa ou tema, historicamente associado a motivações de natureza religiosa ou política. É extremamente frequente em paranoides, cuja apaixonada adesão a uma causa pode avizinhar-se do delírio.

Qual a causa do fanatismo?

Para muitos especialistas, o fanatismo é uma resposta à insegurança e o medo ao julgamento dos demais, funcionando como um escudo de proteção. A pessoa se encerra em convicções absolutistas e inquestionáveis para não ter que lidar com a sua própria fragilidade.

Como o fanatismo prejudica a sociedade?

O fanatismo político e religioso, por exemplo, na tentativa de produzir uma sociedade monolítica, coloca em risco a existência de populações inteiras, como genocídios. ... Além disso, comportamentos fanáticos podem deixar a pessoa mais suscetível a alguns fatores de risco para saúde mental.