adplus-dvertising
:

O que é recurso cível?

Índice:

  1. O que é recurso cível?
  2. Quais são os recursos cíveis?
  3. Quanto tempo demora um recurso cível?
  4. Quando cabe apelação no processo civil?
  5. O que é recurso do processo?
  6. Que atos judiciais são passíveis de recurso?
  7. Quais são os tipos de ações judiciais?
  8. Quando usar o recurso de apelação?
  9. Qual o recurso cabível no prazo de 5 dias?
  10. Por que a regra não se aplica ao recurso de Apelação?
  11. Será que o recurso pode ser parcial ou total?
  12. Como o recurso de apelação é impugnado?

O que é recurso cível?

O recurso é o instrumento processual utilizado para modificar ou corrigir o curso de um processo jurídico. ... Ocorre quando a própria parte, ou pessoa encarregada, quando cabível, solicita a revisão de uma decisão judicial.

Quais são os recursos cíveis?

O artigo 994 do CPC/2015 afirma que são cabíveis os seguintes recursos: apelação, agravo de instrumento, agravo interno, embargos de declaração, recurso ordinário, recurso especial, recurso extraordinário, agravo em recurso especial ou extraordinário e embargos de divergência.

Quanto tempo demora um recurso cível?

O recurso de Apelação tem prazo processual de 15 dias úteis, a partir da publicação da sentença. O prazo de Apelação, assim como a maioria dos recursos cíveis, é regulada art.

Quando cabe apelação no processo civil?

No Direito Processual Civil, apelação é o recurso ordinário cabível contra as sentenças proferidas em primeira instância, isto é, em primeiro grau de jurisdição. Institui o Código de Processo Civil que sentença é ato do juiz e que pode ser terminativa (sem resolução de mérito) ou de mérito (com resolução de mérito).

O que é recurso do processo?

Recurso é um meio de impugnação voluntário, previsto em lei, através do qual a parte ou quem esteja legitimado a intervir na causa provoca o reexame das decisões judiciais para, no mesmo processo, reformar, invalidar, esclarecer ou integrar uma decisão judicial pelo próprio magistrado que as proferiu ou por algum órgão ...

Que atos judiciais são passíveis de recurso?

No processo, os atos processuais podem ser praticados pelas partes, serventuários da Justiça, Ministério Público, perito, terceiros e juiz. Entretanto, apenas os pronunciamentos judiciais ficam sujeitos a recurso. E, mesmo assim, não é todo e qualquer ato judicial que é passível de recurso.

Quais são os tipos de ações judiciais?

De forma resumida, um processo judicial pode ser definido como o caminho a ser percorrido até a prestação jurisdicional....Os três tipos de processos judiciais

  • Processo de Conhecimento. O processo de conhecimento é o mais conhecido entre os tipos de processos judiciais. ...
  • Processo cautelar. ...
  • Processo de execução.

Quando usar o recurso de apelação?

A apelação é o recurso cabível contra sentenças proferidas pelo juízo ao final da lide. A apelação é, portanto, um recurso valioso para a boa representação da parte pelo advogado, uma vez que é o momento do mesmo impugnar e atacar a decisão de um juiz sobre partes importantes da disputa judicial.

Qual o recurso cabível no prazo de 5 dias?

  • Em ambos os casos o recurso cabível, no prazo de 5 dias, é o agravo interno (art. 557, §1º, CPC).

Por que a regra não se aplica ao recurso de Apelação?

  • A mencionada alteração da regra não se aplica para o recurso de Apelação, no qual os capítulos de sentença devem ser combatidos, sob pena de transitarem em julgado. Em outras palavras, não sendo devolvida determinada questão ao Tribunal, a parte não poderá mais discutir a justiça da sentença referente a tal ponto.

Será que o recurso pode ser parcial ou total?

  • Recurso parcial ou total? O recurso de apelação pode ser total ou parcial. Ou seja, ele poderá tratar sobre todos os pontos da sentença ou apenas de alguns. Em razão do efeito devolutivo da apelação e do princípio da congruência, o Tribunal apreciará somente as questões ventiladas pelo recurso.

Como o recurso de apelação é impugnado?

  • Nesses casos, a sentença será impugnada mediante recurso de agravo de instrumento. Assim como no agravo de instrumento, o recurso de apelação deve atacar objetivamente os fundamentos da decisão recorrida, sujeito ao princípio da dialeticidade.